Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Dentista realiza sonho de criança que não tinha dentes

21 de out de 2016

Em 14 de outubro, o garoto Ryan, de 06 anos de idade, realizou um sonho: ter dentes como seus colegas da escola. A solução encontrada pela cirurgiã-dentista Amanda Mattos, membro da Associação Brasileira de Odontologia (ABO), foi realizar uma prótese para a arcada superior do menino. “Ele chorou de emoção quando se olhou no espelho”, relata a dentista. Ryan perdeu a dentição por conta de cáries graves e precoces, além de sofrer de outro problema, que impediria a formação dos seus dentes permanentes.

O caso ganhou repercussão nacional após Amanda publicar essa história em seu perfil no Facebook. Até 21 de outubro, a publicação já tinha cerca de 50 mil compartilhamentos. “Eu não saberia explicar o que senti no momento em que terminei o trabalho e ele se levantou da cadeira”, conta. “Dinheiro algum no mundo compra esta sensação.”

Ryan mora com os pais na cidade de Guajeru, zona rural no interior da Bahia. Desde os três anos, ele não possuía os dentes devido ao fato de ter desenvolvido cáries precoces. “Eu o conheci há dois anos, enquanto trabalhava num programa de saúde na escola onde ele estuda”, relembra Amanda. “Espantei-me ao examiná-lo e solicitei seu encaminhamento ao Programa Saúde da Família.” Quando as radiografias foram feitas, a cirurgiã-dentista diagnosticou outro problema: a ausência de dentes permanentes, o que provocaria a falta de dentição na idade adulta.

A família do menino chegou a ficar abalada pelas extrações dentárias e anestesias a que o garoto foi submetido, além do desgaste pelas várias viagens até Brumado – a 93 quilômetros de Guajeru –, onde as sessões odontológicas foram realizadas. “Ryan queria muito ter dentinhos”, observa Amanda. O tratamento demorou em torno de dois meses. “A conclusão foi um momento de muita emoção para todos nós”, relata.

Quanto ao alcance do caso nas redes sociais, a especialista comenta que histórias como essa emocionam muitas pessoas. “Quis compartilhar esta história por conta da sua complexidade, mas não esperava tamanha repercussão”, confessa. Aos 25 anos, ela diz sentir-se feliz e realizada na profissão.