Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Eleitora de Rio do Antônio revoltada com a atitude do Presidente da Câmara de Vereadores, emite carta de repúdio.

25 de nov de 2017

Carta ao presidente da Câmara de Vereadores de Rio do Antônio.

Estou preocupada… muito preocupada com a situação política do país como um todo, mas como sei que não se começa uma casa pelo telhado e sim pelo alicerce, percebi que minha conversa política tem que começar pelos Senhor, pelo aspirante à continuidade do cargo e por aqueles que pleiteiam uma vaga na Câmara Legislativa Municipal.
Esse lance de que o vereador é o “porta-voz” do eleitor na Câmara Legislativa é complicado…
É nessa linha de pensamento, que como eleitora que sou, acho que o meu porta-voz tem que ter uma conduta condizente com o cargo que ocupa. Assim sendo, o vereador tem que saber se posicionar e principalmente cumprir seu papel.
Estamos passando por uma época de mídia, onde as pessoas estão mais preocupadas em registrar os fatos do que em resolvê-los, vivendo da desgraça alheia. Isso é o que temos vivenciado nos últimos anos com o Presidente da Câmara de Vereadores, André. O vereador em questão vive se esquecendo de suas obrigações, que por sinal não me lembro de nenhum projeto de sua autoria, na Câmara em que o mesmo preside. O povo anda cansado de sua hipocrisia e oportunismo. Esse Vereador não é exemplo pra ninguém. Responde processo por repasse de moto roubada. Era proprietário de uma máquina, também roubada, e até hoje não deu explicações convincentes. Vivendo de mídia, entra em unidades de saúde, tentando expor pacientes sem dar a mínima atenção à verdadeira necessidade deles. Diz se preocupar com a população, mas ontem não foi a primeira vez que o parlamentar deixou sua mascara cair. Mostra quem realmente é quando se desequilibra e quebra a porta da ambulância da cidade, para filmar o interior do veículo, acabando um patrimônio público. Ontem foi só mais um episodio da série de atrocidades que ele, que se acha um Deus, cometeu. Afirmando tentar apaziguar a situação, o Presidente da Câmara, numa ação invasiva, filmou placas de veículos alheios, quando tinha a oportunidade de, por exemplo, se dirigir à sede da Embasa e conversar com o gerente, a fim de negociar ações positivas que favorecessem ambas as partes. Ao invés disso, o vereador utilizou a situação, numa tentativa frustrada, para sua autopromoção. Sem nenhuma noção de consequência, o cidadão em questão age de forma infantil. Sem medir os limites dos seus atos, já conquistou a apatia e repulsa da sociedade Rio-antoniense. Seus atos demonstram o mais profundo egoísmo e mediocridade, atributos que vão contra a postura que se espera de um vereador. O que deveria prevalecer no poder legislativo são atitudes de respeito, uma boa índole e autruismo para com população como um todo, não de forma parcial e com base em uma politicagem barata.



Eu e a grande maioria dos eleitores entendemos que a disputa política tem um tempo certo para acontecer, ou seja: durante a campanha para a eleição. Depois disso é trabalhar .
É isso que o eleitor quer. Só isso. Nada mais que isso.
O vereador ESTÁ vereador porque o eleitor delegou a ele essa posição. Não se esqueçam disso.
O vereador tem o salário pago com o dinheiro do eleitor.
Quem paga manda… Quem quer continuidade e tem juízo, OBEDECE.
Simples assim.