Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

CAOS ADMINISTRATIVO FINANCEIRO ASSOLA A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DE RIO DO ANTONIO

10 de out de 2018

Com o lema “Deca pra mudar” o atual prefeito de Rio do Antônio ganhou as eleições 2016, o povo esperançoso deu um voto de confiança nas propostas alardeadas em sua campanha. E a mudança veio, mas para surpresa da população a mudança foi para pior; o município que nas três últimas administrações (2005 a 2012 prefeito Zico e 2013 a 2016 Celinho/Gerson)  sempre teve salários de funcionários e fornecedores em dias, além de ter sido beneficiado com inúmeras obras, entrou a partir da administração “Deca pra mudar” num verdadeiro caos administrativo-financeiro. No início de seu mandato, o primeiro fato grave, a tão falada licitação da limpeza pública, que se encontra em fase de apuração nos órgão fiscalizadores competentes; a partir do mês de agosto/2017 começaram os constantes atrasos de salários de servidores, pagamento de fornecedores e prestadores de serviços. 
Hoje, dia 10/10/2018, ainda não foram pagos os salários referente ao mês de setembro da totalidade dos servidores, o corpo medico do município recebeu os salários de agosto no final de setembro, transportadores de alunos reclamam atraso de três meses em seus pagamentos, a divida com fornecedores de combustível aumenta a cada mês, artistas que se apresentaram nas festividades juninas reclamam o pagamento de seus cachês, falta material de expediente e até material de limpeza nos órgãos municipais, veículos e equipamentos encontram-se sucateados e abandonados no meio das ruas, denúncias de nepotismo e favorecimento de parentes e aliados constantemente são protocoladas no Ministério Público. Entretanto, infelizmente a administração até o momento parece querer o impossível (tapar o sol com peneira), criou a Secretaria de Relações Públicas, colocando mais um apadrinhado político para divulgar as pífias ações da gestão “Deca pra mudar”, mas os fatos que vem acontecendo em todos os setores da administração, como sucateamento dos bens públicos, crise na saúde, na educação, no esporte, no social, nas obras municipais não param de chegar a esta redação. 
“Eles conseguem errar em tudo, dando amostras de puro amadorismo que torna a administração de Deca displicente no uso do dinheiro público. Se fosse só um erro, daríamos até desconto, mas são em todos os setores da prefeitura”, relatou um cidadão Rio Antoniense que não quis se identificar.