Ads Top

Cheia do rio São Francisco coloca moradores do Norte de Minas e Bahia em alerta


A cheia no rio São Francisco neste início do mês de março já é a maior desde 2012 deve aumentar bastante nos próximos dias. As previsões continuam apontado para muita chuva em toda a bacia pelo menos até a metade do mês. Algumas cidades ribeirinhas já estão em alerta para o risco de possíveis enchentes.
Até o momento, segundo das da Agência Nacional de Águas (ANA), esta é a maior cheia no Velho Chico desde o ano de 2012.



Além disso, o reservatório da Hidroelétrica de Três Marias está com 95% de sua capacidade e o nível continua subindo com as chuvas das cabeceiras, mesmo após o início da abertura das comportas desde a última sexta-feira (28). A defluência da barragem passou de 461 m³/s em 26 de fevereiro para 2.050 m³/s nesta quinta-feira (4). Segundo a Cemig, operadora da Usina, a vazão pode subir para mais 3.000 m/s até a próxima semana.


Em Pirapora, a vazão aumentou 4 vazes nos últimos sete dias, chegando a 4.120 m³/s na manhã desta sexta–feira. A Defesa Civil municipal esta em alerta para notar qualquer mudança drástica do rio, e agir para proteger móveis e pertences pessoais da população ribeirinha.
Em São Romão, no Norte de Minas, o nível do rio chegou a 7,73 metros na madrugada desta sexta-feira (6). O volume já é maior do que o registrado no fim de janeiro, quando a bacia recebeu chuvas históricas, principalmente na Região Metropolitana de Minas Gerais. Naquela ocasião, o nível medido na cidade chegou ao pico de 7,31 cm.
Prefeituras e Defesa Civil de outros municípios, como Buritizeiro e Januária já emitiram alertas à população ribeirinha sobre o possível aumento do nível do rio nos próximos dias. “Todos os moradores nas ilhas e margens do rio devem manter vigilância e tomar todas as precauções necessárias para evitar riscos à vida ou prejuízos materiais… Também chamamos e atenção para a adoção das providências necessárias, que vão desde o monitoramento do nível das águas, até o abandono da área de risco, a fim de garantir a segurança das comunidades”, alerta a Defesa Civil em Januária.

Fonte: Agencia Sertão


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.