Petrobras anuncia que preço do gás natural vai subir até 39% em maio


 

Os brasileiros terão de lidar com mais um reajuste de preços a partir de 1° de maio. Após passarem por apuros com os alimentos, os planos de saúde, os combustíveis e, mais recentemente, com a inflação dos medicamentos, aqueles que precisam comprar gás natural terão de fazer as contas e realinhar o orçamento nas próximas semanas. A Petrobras anunciou nesta segunda-feira, dia 05, que o preço do produto para as distribuidoras vai subir 39% em reais por metros cúbicos (R$/m³), enquanto o aumento na cotação em dólar por bilhão de BTU (US$/MMBtu) será de 32%, na comparação com o trimestre encerrado em dezembro.

O reajuste é percentualmente expressivo porque ocorre trimestralmente, ou seja, apenas de três em três meses. A alta reflete a subida de preços já observada em outros combustíveis, como a gasolina e o diesel. No acumulado do ano, a gasolina registra alta de 40,76%, enquanto o diesel, de 36,14%. A Petrobras relaciona o reajuste do gás natural com o aumento do preço do petróleo — que subiu 38% de janeiro a março –, e aos custos com transporte, calculados pelo IGP-M, que cresceram 31% no período, segundo a companhia.

A Petrobras ainda informou que o preço final para o consumidor depende de outras variáveis, como as margens das distribuidoras e dos postos de revenda, além dos tributos federais e estaduais.








Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.