Ads Top

"Esta pancada da vida está doendo demais", diz pai que perdeu três filhos em BH



Sentado na quadra 12 do cemitério da Paz, Anselmo Pereira, de 55 anos, ficou de cabeça baixa enquanto as covas da companheira e dos três filhos de 10, 9 e 6 anos eram abertas, no fim da manhã desta terça-feira (28). De uma só vez, ele perdeu a família durante um soterramento no bairro Jardim Alvorada, na região Noroeste de Belo Horizonte. A tragédia aconteceu durante a chuva da última sexta-feira (24).
Os corpos foram velados no cemitério do Bonfim, na mesma região, desde as primeiras horas do dia. "Estou com a cabeça atrapalhada. Não sei mais o que dizer. Já tomei muita pancada da vida. Mas esta pancada está doendo demais", se limitou a dizer.
Ele, a mulher, Maria Estela, e os pequenos Alisson, Alan e Adam já tinham saído do imóvel, localizado na rua Antônio Fernandes de Melo, devido ao risco de deslizamentos. A área chegou a ser interditada pela Defesa Civil.
No entanto, a família retornou para que Maria Estela preparasse o jantar dos filhos. Foi quando um barranco deslizou e atingiu o imóvel. Apenas Anselmo conseguiu sair do local com vida.
"Foi um choque para a família toda. Meu irmão foi medicado, parece que a ficha ainda não caiu. Somos de Sete Lagoas (região Central de Minas) e vamos tentar levá-lo para passar um tempo lá", explicou o caldeireiro José Ricardo Pereira, de 48 anos.

Outros enterros
Também no cemitério da Paz, nesta terça, foram sepultados os corpos de uma mãe e três filhos que foram soterrados na vila Bernadete, região do Barreiro, na capital. Eles estavam em casa quando começou a chuva de sexta-feira.



Malhada Acontece com informações do Portal O Tempo



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.