#Vídeo: Bolsonaro se veste de indígena, chama Lula de “bandido” e diz para petista organizar uma “jegueata”


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez críticas à Cuba, ao Datafolha e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que, segundo ele, deveria organizar uma ‘jegueata’. Ao falar para admiradores no ‘cercadinho’ do Palácio da Alvorada, nesta terça-feira (13), o presidente ainda vestiu roupas indígenas e fez imitações.

Ao comentar sobre a situação em Cuba, Bolsonaro afirmou: “O que o Lula acha do que tá acontecendo em Cuba? Ele tá contra o movimento de liberdade pra Cuba. E tem gente que apoia esse cara pra ser presidente do Brasil. Qual vai ser o futuro nosso se esse bandido for eleito presidente da República?”, perguntou.

Para o presidente, “segundo o Datafolha, ele tem 60% das intenções de votos, mas não vai na rua. Olha só, no primeiro semestre desse ano a indústria de motocicletas lá na Zona Franca de Manaus cresceu 45%. Eu tenho ajudado um pouquinho nisso aí. Agora manda o Lula organizar uma ‘jegueata’ pra ele. Ele não pode andar na rua e o Datafolha tá recebendo muita grana pra poder dar esses números aí. E engana alguns poucos ainda”.

Bolsonaro disse ainda que, “aqui no Brasil, pra não entrar na linha e Cuba, temos que ter o voto impresso e auditável, com contagem pública dos votos também”. A redação é do site da Revista Fórum.





Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.